Pelas mãos de artesãs e artesãos de toda a Bahia, tradição e inovação se misturam em produtos cheios de identidade e criatividade. Para ampliar as potencialidades do Setor Artesanal, dando visibilidade e gerando renda, o Governo do Estado, através da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte – SETRE Bahia, desenvolve uma forte política pública para o setor.

A gestão do Programa de Desenvolvimento do Artesanato da Bahia é de responsabilidade da SETRE, através da Coordenação de Fomento ao Artesanato – CFA, e da Associação Fábrica Cultural, via Contrato de Gestão, no que tange as ações de Qualificação, Promoção e Comercialização. A abrangência destas atividades cobre os 27 territórios de identidade do estado, divididos em nove polos, que foram agrupados de acordo com seus segmentos artesanais e fluxo turístico.

POLOS DO ARTESANATO DA BAHIA

REALIZAÇÃO

SECRETARIA DO TRABALHO, EMPREGO, RENDA E ESPORTE – SETRE – O Governo do Estado da Bahia, através da  Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte – SETRE,  tem por finalidade planejar e executar as políticas de emprego e renda e de apoio à formação do trabalhador, executar e coordenar a Política Estadual de Economia Solidária, a Política Estadual de Apoio ao Cooperativismo e a Política Estadual de Esporte e Lazer, bem como pelas ações voltadas ao Artesanato Baiano.

COORDENAÇÃO DE FOMENTO AO ARTESANATO – CFA – Parte integrante da  Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte – SETRE, a CFA é o órgão responsável pelo Artesanato no Estado e tem por finalidade executar as ações de preservação, incentivo, promoção e divulgação do Artesanato Baiano, implementando formas de apoio e orientação ao artesão e a sua produção artesanal como vetor de desenvolvimento econômico, na geração de trabalho e renda.

ASSOCIAÇÃO FÁBRICA CULTURAL – Fundada em 2004, é uma Organização Social que trabalha com os eixos estratégicos Educação, Cultura e Sustentabilidade. Em 15 anos de atuação, trabalhou com qualificação de jovens e adultos em áreas criativas, desenvolvimento territorial e grupos produtivos, entre outras experiências. Promove um programa de desenvolvimento territorial da Península de Itapagipe, o Mercado Iaô, que tem o artesanato como segmento central.

preloader