Artesãs e artesãos baianos recebem Selo de Origem do Artesanato da Bahia

Baianinhas feitas em suporte de coco, colares em cerâmica, mosaicos e esculturas de madeira integraram algumas das peças artesanais que receberam hoje, 21 de dezembro, no Centro de Comercialização Artesanato da Bahia, em Salvador, o Selo Artesanato da Bahia – Certificação de Origem do artesanato baiano. Nesta primeira etapa, 39 produtos feitos pelas mãos de 15 artesãs e artesãos da Bahia foram certificados.

O evento realizado pela Secretaria de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), através da Coordenação de Fomento ao Artesanato (CFA), reuniu quatro artesãs e artesãos para a entrega de certificados referentes às produções artesanais, representando todo o coletivo de profissionais credenciados nesta etapa. Os produtos contemplados foram submetidos a avaliação prévia, em que foram avaliados critérios como originalidade, qualidade, matéria-prima e valores culturais.  

Ângela Guimarães, coordenadora de Fomento ao Artesanato, conduziu as entregas e comentou sobre a relevância da certificação para o artesanato regional. “A entrega do selo certifica que os produtos sejam originários da Bahia, representam a identidade cultural do nosso estado, além da qualidade na produção e acabamento das peças”, afirmou. 

Além do reconhecimento, o Selo Artesanato da Bahia ampliará as possibilidades comerciais das artesãs e artesãos. Segundo Ângela, a partir desse reconhecimento, os produtos têm sua visibilidade ampliada e estarão em destaque nas lojas, na plataforma virtual e nas feiras realizadas pelo Artesanato da Bahia, além de outras feiras de que façam parte, possibilitando assim aumento das vendas a partir da maior exposição e publicidade em decorrência do selo.

Os produtos contemplados terão destaque no Centro de Comercialização e serão incluídos na vitrine on-line na plataforma virtual do Artesanato da Bahia, recebendo também maior visibilidade no processo de feiras regionais e participação nos salões nacionais. 

Ângela Maria Torres, ceramista que recebeu a certificação, expressou satisfação sobre a conquista: “Artesanato é cultura, então receber um selo de certificação é muito bom e nos faz sentir reconhecidos. Todos que estão aqui e fazem artesanato merecem esse selo, porque eles trabalham com essa identidade”, disse a artesã. Ela também afirmou sentir-se motivada com a posse do certificado, “receber um selo de certificação é um reconhecimento do trabalho e também um desafio para o artesão, porque nos desafia a mostrar inovação em produtos”, concluiu. 

Programa de Certificação do Artesanato da Bahia

Como parte dos objetivos de atuação do Artesanato da Bahia e para garantir a origem do produto artesanal do estado, a Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), através da Coordenação de Fomento ao Artesanato (CFA), criou o Programa de Certificação do Artesanato Baiano. A iniciativa visa contribuir com a preservação de produtos tradicionais, estimular o desenvolvimento de propostas inovadoras, além de favorecer o aprimoramento dos processos produtivos e estimular a elevação da qualidade técnica. 

preloader