Manifestações da cultura popular marcam a Feira Artesanato da Bahia em Jacobina

No  último final de semana, 4 e 5 de setembro, o povo de Jacobina acolheu com alegria a Feira Artesanato da Bahia na Praça Rio Branco. O evento reuniu o melhor do artesanato produzido no Piemonte da Diamantina. Artesãs e artesãos da região encantaram os visitantes da feira e comercializaram seus trabalhos em crochê, cerâmica, cestaria, entalhe, trançados, bordados, macramê, entre outras técnicas. 

A abertura aconteceu no sábado e contou com a presença do secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte da Bahia, Davidson Magalhães; do prefeito Tiago Dias; do secretário de Cultura de Jacobina, Celso Santos; da coordenadora de Fomento ao Artesanato, Ângela Guimarães, e da diretora da Fábrica Cultural Jaqueline Azevedo, entre outras representações locais.

O evento tornou-se ainda mais animado com as manifestações culturais dos jacobinenses, além das apresentações musicais, os grupos tradicionais “Marujada” e “Os Cão” participaram da ocasião. O primeiro é um grupo musical de descendência africana que realiza apresentações nas festas do Divino Espírito Santo, São Benedito e Santo Antônio. Já o grupo “Os Cão” surgiu por volta dos anos 1940 e segue até os dias atuais marcando presença na micareta e nos eventos em Jacobina. No caso da Feira Artesanato da Bahia, não poderia ser diferente, “Marujada” e “Os Cão” aproveitaram a oportunidade para alegrar adultos e crianças.

Nos estandes, artesãos de Jacobina, Caém, Miguel Calmon, Senhor do Bonfim e Várzea Nova apresentaram seus trabalhos, produzidos com técnicas diversas, como esculturas entalhadas em madeira, cestos, aiós e peças decorativas em fibras naturais diversas, mosaicos decorativos, crochê para decoração e em roupas e acessórios, bordados e macramê, entre outras. Produtos da economia solidária também tiveram seu espaço, no estande do Cesol local.

ENCONTRO REGIONAL 

Na sexta-feira, 3 de agosto, o Encontro Regional de Artesãs e Artesãos reuniu cerca de 80 pessoas no prédio da Antiga Câmara Municipal da cidade, unindo representantes do segmento para fortalecer a comunidade artesã do Piemonte da Diamantina.

A fim de incentivar a formalização da atividade, a Coordenação de Fomento ao Artesanato (Setre) entregou carteiras nacionais de artesãs(os) e discutiu as principais causas relacionadas à produção da região. O encontro dispôs de grande pluralidade de representantes das cidades vizinhas, como Caém, Várzea Nova, Mirangaba, Ourolândia, Miguel Calmon, Serrolândia, Várzea da Roça, Capim Grosso, Mundo Novo, Saúde, Morro do Chapéu, Quixabeira, Umburanas e Várzea do Poço, além de Jacobina.

PRÓXIMAS DATAS

A Feira Artesanato da Bahia já está passando da metade de seu itinerário e segue firme no incentivo à exposição e à comercialização de produtos de artesãs e artesãos baianos, aquecendo o turismo e valorizando a cultura de cada região. De Jacobina, o evento segue para Vitória da Conquista (11 e 12/09), Cachoeira (18 e 19/09), Juazeiro (24 e 25/09) e Porto Seguro (02 e 03/10). 

A realização da Feira Artesanato da Bahia é uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), em parceria com a Associação Fábrica Cultural. O evento contou com o apoio da Prefeitura Municipal de Jacobina.

preloader